Ferramentas para o CACD

Quais são as melhores ferramentas de estudo para o CACD

Se você acompanha o site há algum tempo, certamente já leu muitas das dicas que posto no blog. Apesar de explorar diferentes aspectos do CACD, meu foco é ajudar os candidatos a tomar decisões corretas para que possam atingir o objetivo maior: uma aprovação mais rápida.

As orientações que ofereço por meio dos textos estão, majoritariamente, relacionadas à escolha de professores e de livros para o CACD, como você pode ver nos seguintes posts:

 

 

No texto de hoje, vou abordar outro aspecto relevante para a preparação: a estrutura física dos materiais de estudo. Meu objetivo é demonstrar como explorar os materiais de estudo da maneira mais inteligente possível e como armazenar todas as suas informações em meios seguros.

 

Explicarei como:

 

  • Fazer download de aulas em vídeo e armazená-las;

  • Transformar videoaulas em arquivos mp3 para poder ouvi-las em diferentes lugares;

  • Escolher um leitor digital para aumentar seu tempo de leitura;

  • Utilizar eletrônicos para ganhar 20% a mais de tempo de estudo;

  • Manter suas redações em um meio físico seguro.

 

 

Como fazer download de aulas em vídeo para o CACD

 

Eu já havia discutido, no post: “Como os cursos preparatórios para o CACD enganam candidatos”, sobre a importância do armazenamento das aulas em vídeo. Naquele mesmo post exponho algumas dicas sobre como realizar o download dos vídeos, de maneira legal, e como armazená-los eficientemente.

Caso você queira uma versão mais enxuta das dicas, aqui vai o resumo:

 

  • Faça o download da extensão VIMEO VIDEOS para o navegador Chrome;

 

  • Instale a extensão no seu navegador;

 

  • Realize o download, com apenas um clique, das aulas que você comprou;

 

 

HDs externos para o CACD

 

 

Como transformar videoaulas em arquivos mp3

 

Quem já estuda para o CACD há algum tempo sabe que ficar de frente para uma tela de computador por 8 a 12 horas diárias é uma péssima ideia. Eu cheguei a ser levado ao hospital devido às longas jornadas de exposição.

Há uma série de dicas para diminuir o dano que a luz artificial causa aos olhos, mas não falarei sobre isso hoje, deixemos essa discussão para um futuro post.

Meu objetivo, hoje, é mostrar para você as vantagens da transformação de videoaulas em áudios.

No meu caso,a motivação veio do hábito de caminhar por exatamente 60 minutos todas as noites (felizmente, aqui em Brasília, isso ainda é possível). O único aspecto das minhas caminhadas que realmente me incomodava era o fato de que esses 60 minutos de exercícios precisavam ser retirados da minha rotina de estudos. Eu sacrificava o CACD para manter a saúde física.

Ora, a manutenção do conhecimento e da saúde são igualmente importantes, eu não queria ter de escolher entre eles, por isso achei essa “terceira via”.

Mesmo que você não tenha o hábito de se exercitar, utilizar arquivos em áudio para estudar também é uma ótima maneira de continuar a consumir conteúdo enquanto dirigimos, utilizamos o transporte público ou mesmo antes de dormir, quando já deitados.

Antes de dar início a esse pequeno tutorial, é importante mencionar que os áudios são úteis para todas as matérias, mesmo as mais técnicas.

Enquanto aulas de História do Brasil, de História Mundial e de Política Internacional podem ser ouvidas despreocupadamente, apenas como reforço daquilo que já foi estudado, disciplinas que exigem anotações mais detalhadas e maior foco, como Economia, também podem ser aprendidas mais rapidamente com a ajuda dos arquivos em MP3.

Deixe-me explicar:

Infelizmente, nem todas as bibliotecas têm tomadas para todos os frequentadores. Além disso, nem sempre é possível transportar seu laptop livremente. No Brasil, sabemos que há assaltos, roubos, furtos e por aí vai.

A utilização de um pequeno MP3 player resolve todos esses problemas. Além de serem muito mais baratos que um laptop, de poderem ser transportados facilmente e de serem capazes de armazenar centenas de aulas, MP3 players têm baterias que duram um dia inteiro. Veja a foto abaixo (basta clicar na imagem para ver o preço):

 

 

 

Vamos ao passo a passo de como transformar suas videoaulas em mp3:

 

1- É necessário fazer o download das aulas em vídeo primeiro. Você pode aprender a fazer isso seguindo as instruções do tópico anterior;

 

2- Quando os vídeos já estiverem devidamente armazenados no seu computador, faça o download do software Camtasia.

 

Esse programa é grátis apenas por 30 dias, portanto recomendo que você faça o download de todas as suas videoaulas antes de transformá-las em MP3, assim você terá a certeza de que conseguirá fazer a conversão de todos os arquivos de vídeo para áudio antes que a versão grátis do Camtasia expire.

 

2- Coloque seus arquivos, agora em MP3, no seu MP3 player e leve-o para onde quiser.

 

 

Como escolher um leitor digital para aumentar seu tempo de leitura

 

É importante que você, candidato à carreira diplomática, utilize todas as oportunidades que tiver para avançar nos estudos.

Encontrar inspiração para estudar, mas não o fazer devido a restrições tecnológicas é um enorme desperdício. Como sempre faço aqui no blog, irei falar sobre a minha experiência.

A maioria esmagadora das pessoas que vivem em Brasília conhece um local chamado Chapada dos Veadeiros (sem piadinhas, por favor). É uma região próxima a Brasília, localizada no estado de Goiás, onde brasilienses, pálidos devido aos meses de biblioteca, passam finais de semana para visitar cachoeiras e fazer trilhas. Eu mesmo viajo para lá algumas vezes por ano.

Você que estuda para o CACD não pode simplesmente abandonar os livros e ir nadar. As coisas não funcionam assim. Lembre-se, é preciso utilizar todas as oportunidades para aprender. Cada página lida faz diferença.

Pensando nisso, sempre me senti um pouco culpado por deixar meu aprendizado para trás enquanto passeava pelas nuvens de mosquitos aedes aegypti na Chapada. Por essa razão, passei a levar alguns livros comigo em cada viagem.

A princípio parecia uma boa ideia, mas acabei percebendo que a maioria do meu tempo de leitura acontecia à noite, naqueles hotéis pessimamente iluminados. Com o tempo parei de levar meus livros e aceitei que a hora de descanso era sagrada.

Mas…será que é sagrada mesmo?

Ora! Você pode descansar depois que for aprovado. Agora é hora de estudar! Não interessa se você está viajando, se está adoentado ou se está debaixo d’água. Estudo é estudo e o CACD não espera por ninguém.  Por isso acabei comprando um Kindle para adiantar minhas leituras não importa onde estivesse.

É bem verdade que meu Kindle é relativamente antigo e não tem as mesmas propriedades dessas versões mais novas. Mesmo assim, ele me ajudou a consumir, no mínimo, algumas centenas de páginas que eu não teria lido caso não tivesse comprado esse dispositivo eletrônico.

Você pode até achar que algumas centenas de páginas não são muita coisa, mas pode ser justamente nelas que estão as respostas para 3 ou 4 itens da sua prova. Cada minuto de estudo conta. Não desperdice seu tempo. Leia no seu quarto, na biblioteca, na cachoeira, antes de dormir. O importante é estudar.

Caso tivesse que comprar um Kindle hoje, escolheria o Kindle Paperwhite. Ele é facilmente transportável, a bateria dura 6 semanas, é a prova d’água e é possível utilizá-lo para fazer leituras mesmo sob o escaldante sol do meio-dia. Além disso, os livros do Kindle são mais baratos que suas versões físicas. Deixo uma foto dele e um link para a Amazon logo abaixo, o aparelho não está caro, clique aqui e veja o preço do Kindle no site:

 

 

Como utilizar eletrônicos para ganhar 20% a mais de tempo de estudo

 

Um dos aspectos mais negativos da minha preparação para o CACD foi o desenvolvimento de uma aguda dor nas costas que me castigou por bastante tempo. Ainda sofro alguns episódios, mas bem menos graves que antes.

Nunca tive uma boa postura e a situação piorou quando ficar sentado por longas horas tornou-se um hábito. Por vezes tive que sair da biblioteca e retornar para casa para descansar na cama por alguns minutos.

Com a experiência aprendi que o ideal é sentar-se por 45 minutos e caminhar por outros 15. Dessa maneira o corpo consegue se adaptar mais facilmente à brutal rotina de estudos.

Nós não fomos feitos para passar horas sentados e mesmo que você tome todos os cuidados, algum grau de dano certamente ocorrerá. Por isso aviso àqueles que ainda não tiveram problemas, não passem tanto tempo sentados, especialmente quando não utilizarem um suporte para os livros e precisarem olhar para baixo o dia inteiro.

Por conta dessa dor nas costas, tomei uma atitude altamente eficiente para continuar a assistir às aulas mesmo quando deitado. Comprei um tablet!

Antes de adquirir meu tablet, não conseguia entender por qual motivo pessoas estavam dispostas a investir seu dinheiro suado em um aparelho eletrônico com menos funções que um laptop qualquer.

Eu não conseguia ver o óbvio!

Assistir a aulas em um tablet é uma das experiências mais confortáveis de consumo de conteúdo que alguém pode ter.

Tablets foram feitos exatamente para isso. Eles são leves, a tela é grande e o melhor de tudo é que eles sempre funcionam. Basta apertar um botão e você tem acesso ao ambiente perfeito de aprendizado.

Assisti a muitíssimas aulas dessa maneira enquanto descansava as costas na cama. Diria até que esse foi um dos melhores investimentos que fiz nos meus anos de preparação para o CACD.

Eu comprei esse aqui da foto (Samsung), mas você pode comprar outro qualquer, basta que a tela tenha 8 polegadas ou mais:

 

Tablet para o CACD

 

Como manter suas reações em um meio físico seguro

Tenho recebido perguntas, com certa frequência, de candidatos que não sabem ao certo se devem escrever suas redações à mão ou se devem digitá-las no computador.

Quero que você preste bastante atenção à seguinte observação, pois ela é fundamental para o seu sucesso nas fases discursivas do CACD:

 

Não digite suas redações! Escreva-as à mão, exatamente como faria no dia da prova.

 

A maior parte das pessoas acredita, erroneamente, que o maior desafio das discursivas do CACD é desenvolver textos com a mesma qualidade observada nos guias de estudo.

Embora a redação de textos com conteúdo equiparável àquele mostrado por candidatos aprovados seja realmente um desafio monumental, o quesito “velocidade de escrita” ainda é o mais difícil de reproduzir.

Não se acostume a escrever suas redações no computador! Você necessita de prática de escrita à mão. Essa habilidade exige tempo para ser desenvolvida e quase todos os candidatos a negligenciam. Por isso é tão comum ouvir comentários chorosos imediatamente após as provas.

Deixe as anotações de computador para as informações adquiridas nas aulas. Ali, sim, é importante ter uma cópia digital de tudo, pois, com o passar do tempo e a inevitável expansão do conhecimento, você poderá retornar aos seus arquivos de texto e melhorá-los.

Lembre-se disso:

Anotações de aula devem ser feitas no computador, mas redações precisam ser escritas à mão.

 

Agora vamos ao que interessa. Você precisa manter suas redações em um meio físico seguro.

Como fazer isso?

É importante que você siga o guia de boas práticas para evitar um evento desastroso como aquele que vivi quando perdi minha pasta com todas as redações em língua inglesa.

 

Guia de boas práticas:

 

 

  • Tenha organização. Jamais misture folhas de redações de disciplinas diferentes;

 

  • Compre um fichário para cada uma das matérias para as quais você escreverá redações;

 

  • Utilize plásticos no seu fichário, não perfure suas folhas;

 

  • Jamais saia com o seu fichário de casa. Quando tiver que utilizar algum material de redação na biblioteca, leve somente aquilo que irá precisar, deixe o restante das folhas em local seguro.

 

Abaixo, deixo duas fotos de um dos meus fichários para que você tenha uma ideia mais clara de como organizar seu material:

 

Conclusão

Utilize todas as ferramentas que puder para impulsionar seus estudos. HDs externos, MP3 players, Kindles, tablets e fichários são ferramentas secundárias, mas capazes de acelerar seu aprendizado consideravelmente.

Você precisa de todas as vantagens que conseguir reunir para vencer a guerra intelectual do CACD. Tudo aquilo que você puder fazer para acelerar o processo é um investimento que vale apena.

O salário de diplomata gira em torno de 20 mil reais. Passar no CACD um ano mais cedo significa um ganho adicional de 260 mil reais (se contarmos o 13º salário).

Invista na sua preparação e você vai passar!

 

2 respostas
  1. Marley
    Marley says:

    Boa noite, Bruno.
    As dicas acima são realmente valiosas! Organização, disciplina e foco fazem o nosso caminho dos estudos ser bem mais claro e prazeroso.

    Responder
    • Bruno
      Bruno says:

      Marley,

      fico feliz em poder ajudar. A prova está chegando. Está na hora de acelerar os estudos!

      Sucesso para você =)

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *