Economia para o CACD – Bibliografia Obrigatória

moedas economia para o CACD

Se Economia é a matéria da qual você menos gosta no CACD, você pertence ao mesmo grupo de 93% dos candidatos.

Meu objetivo é mostrar para você que Economia para o CACD é um assunto que pode ser dominado rapidamente caso você siga a estratégia correta e tenha disciplina durante os meses anteriores à prova.

Os cursos preparatórios para o CACD têm empreendido esforços para difundir a ideia de que o corpo diplomático brasileiro é formado por profissionais de diversas áreas do conhecimento (inclusive da área de exatas). Embora isso seja verdade, não podemos ignorar o fato de que os candidatos ao CACD são predominantemente voltados à área de humanas.

É justamente nesse ponto que a maioria dos candidatos se engana. Praticamente todos acreditam que aqueles formados em ciências exatas, como matemática e física, têm enormes vantagens em relação aos demais na prova de Economia do CACD.

Isso simplesmente não é verdade.

As questões de Economia são majoritariamente teóricas e mesmo aquelas que envolvem números podem ser resolvidas com as quatro operações básicas: adição, subtração, multiplicação e divisão.

É fundamental ter a certeza de que a disciplina de Economia não oferece nenhuma dificuldade maior que qualquer outra matéria.

Na realidade, é possível argumentar que Economia é até mesmo mais fácil que os demais assuntos uma vez que as questões são sobremaneira superficiais e podem ser respondidas, por aqueles que realmente se dedicam, sem muito esforço.

dinheiro economia para o CACD

Após essa breve introdução sobre o assunto, preciso deixar claro que, caso você jamais tenha estudado Economia, não há livro capaz de substituir um bom professor.

Diferente de outras matérias, nas quais o candidato pode obter êxito estudando sozinho caso tenha acesso aos livros corretos, em Economia é necessário outra abordagem.

A orientação de um bom professor faz a diferença entre aqueles que serão candidatos fortes com apenas um ano de estudos e os demais, que passarão anos estudando sozinhos sem realmente compreender conceitos fundamentais.

No seguinte artigo eu falo mais sobre quais são os melhores professores de Economia do mercado. Recomendo enfaticamente que você o leia: como começar a estudar para o CACD.

Vamos à bibliografia de Economia para o CACD:


Economia


Introdução à Economia

Autor: Gregory Mankiw

livro de introdução à economia para o CACD

Introdução à Economia

Esse é conhecido como o principal livro da bibliografia. Professores recomendam essa obra não só para os candidatos ao CACD, mas para todos aqueles que iniciam um curso de Economia na universidade.

Eu tenho uma opinião muito forte em relação a esse livro. Apesar de ser recomendado quase que unanimemente pelos professores, acredito que a obra de Mankiw não vale a pena para os candidatos ao CACD que têm pouco tempo para estudar.

Isso mesmo, se eu trabalhasse em tempo integral e não tivesse muito tempo disponível para estudar, não compraria esse livro.

Por que não?

Porque ele é gigantesco e você, que provavelmente não se interessa particularmente por Economia, não vai ter tempo para ler mais que algumas páginas.

Preciso deixar claro que o livro é muito bem escrito e que os exemplos dados por Mankiw são, sim, elaborados com destreza. Entretanto, confesso que essa obra não foi determinante para minha jornada no CACD.

O Concurso de Admissão à Carreira Diplomática exige pragmatismo por parte do candidato e eu acredito que esse livro exige um investimento de tempo desproporcional ao retorno.

A estratégia que busco adotar é a seguinte: a prioridade é aprender aquilo que vai aparecer no CACD, assuntos tangenciais podem e devem ser deixados para trás.

Enquanto o livro de Mankiw aborda cada conceito à exaustão, um professor experiente vai te ensinar estritamente aquilo que você precisa saber para o CACD. Dessa maneira você terá uma carga de estudos muito menor e, consequentemente, poderá dedicar-se inteiramente àquilo que realmente importa.

 


Contabilidade Social: a Nova Referência das Contas Nacionais do Brasil

Autora: Carmem Feijó

livro de contabilidade social para o CACD

Contabilidade Social

Novamente, mais um caso que demonstra perfeitamente a importância de um professor na sua preparação para o CACD.

O livro de Carmem Feijó explica tudo que você precisa saber sobre a Estrutura do Sistema de Contas Nacionais e sobre o tão cobrado Balanço de Pagamentos, mas é extremamente improvável que você consiga aprender a resolver exercícios para o CACD sem a ajuda de um profissional.

Essa parte da matéria é repleta de tabelas e é fundamental compreender a dinâmica de equilíbrio do Balanço de Pagamentos. Apesar de a matéria não ser difícil, tentar absorver tudo sozinho pode ser frustrante e complicado.

Acredito que essa é a parte da matéria que mais leva os candidatos a rejeitarem a disciplina de Economia. As subdivisões das tabelas apresentadas aqui, a princípio, parecem particularmente numerosas.

O candidato que nunca viu esse material acaba sentindo-se intimidado, por isso tende a deixar essa parte para depois.

O verdadeiro problema é que esse “estudar depois” não chega nunca e o candidato acaba entrando na sala de prova com um buraco enorme no conhecimento.

É importante lembrar que Contas Nacionais e Balanço de Pagamentos são quase uma certeza no CACD. Basta olhar para as questões de anos anteriores para constatar que há virtualmente uma questão inteira sobre esses assuntos a cada ano.

Tenho três dicas fundamentais para você:

  • Leia apenas os capítulos 3 e 5 desse livro;
  • Contrate um professor;
  • Comece a estudar essa parte da matéria agora, pois ela é a mais chata de todas, apesar de também ser a mais fácil.

Você acha o livro com um bom preço aqui: Contabilidade Social


Formação Econômica do Brasil

Autor: Celso Furtado

livro de formação econômica do Brasil para o CACD

Formação Econômica do Brasil

Certamente é a leitura mais agradável da bibliografia de Economia.

A maior vantagem desse livro é o fato de ele ser multidisciplinar. Além de sua importância para a prova de Economia e, em certa medida, de Geografia, ele é bastante citado na prova de Língua Portuguesa e de História do Brasil.

Considero essa obra essencial para aqueles que estão começando o CACD agora, pois as descrições das características econômicas de cada região do Brasil são essenciais para que o candidato compreenda a evolução histórica do país.

O livro funciona como um grande manto de coesão sobre as demais disciplinas. Ele ajuda a integrar informações que, a princípio, parecem desconexas.

A habilidade com a qual o autor, Celso Furtado, redige seus textos torna a leitura eficiente e compreensível. Ao final de cada capítulo o leitor sente ter progredido verdadeiramente. Esse é um daqueles livros que conseguimos terminar sem muito esforço.

Caso você já tenha dominado as bases da disciplina de História do Brasil e esteja cogitando iniciar seus estudos de Economia, essa obra é um ótimo pontapé inicial.

O livro pode ser encontrado aqui: Formação Econômica do Brasil


A Ordem do Progresso: Cem Anos de Política Econômica Republicana (1889-1989)

Autor: Marcelo de Paiva Abreu

a ordem do progresso - livro de economia para o CACD

A Ordem do Progresso

Livro importantíssimo para o CACD.

Muito mais técnico que a obra de Celso Furtado e, consequentemente, exige um pouco mais de conhecimento prévio por parte do candidato.

Na obra são abordados os principais eventos e planos econômicos da história do Brasil, desde o Encilhamento até os mirabolantes planos econômicos do pós-redemocratização.

Para os candidatos ao CACD que nunca ouviram falar do Encilhamento ou dos vários “funding loans”, será difícil aproveitar todos os benefícios que o livro tem a oferecer.

Recomendo que você estude um pouco mais sobre História do Brasil e que leia Formação Econômica do Brasil (de Celso Furtado) antes de aventurar-se nas páginas de “A Ordem do Progresso”.

Dentre os pontos fortes do livro estão:

  • Abordagem aprofundada dos temas mais importantes da história econômica do Brasil;
  • Detalhamento da situação mundial e de seu impacto na economia do Brasil;
  • Avaliação minuciosa das características econômicas de todas as regiões do país.

 

Dentre os pontos fracos do livro estão:

  • Exige conhecimento prévio;
  • Formatação ruim, os parágrafos são excessivamente longos;
  • Detalhes técnicos que dificultam a leitura daqueles que não estão acostumados com os assuntos abordados na obra.

 

Acha que já tem conhecimento o suficiente para ler o livro? Você irá encontrá-lo aqui: A Ordem do Progresso


Economia Brasileira – Da Primeira República ao Plano Real (Teoria e 125 Questões de Concursos com Gabarito)

Autor: Fernando Soares

livro de economia brasileira para o CACD

Economia Brasileira – Da Primeira República ao Plano Real

Sempre recomendo livros com exercícios comentados e não seria diferente em relação à disciplina de Economia.

A melhor característica dessa obra é o fato de cada tópico de Economia Brasileira ser antecedido por um resumo esquemático. O livro funciona como uma ótima ferramenta de revisão teórica acerca dos assuntos mais relevantes para o CACD.

Procure comprar a edição mais recente, pois os exercícios são atualizados e as novas interpretações da banca estão refletidas nos comentários das questões.

Esse livro não é vital para que você seja aprovado e não se destaca tanto quanto alguns outros livros de exercícios, como aquele mencionado na bibliografia de língua portuguesa para o CACD, mas ainda assim é recomendável, uma vez que a chave para a aprovação em Economia é a resolução da maior quantidade possível de questões.

Lembre-se: caso você queira ter um alto rendimento na prova de Primeira Fase de Economia no CACD, há duas atitudes que você deve tomar:

  • Contratar um bom professor (recomendo este aqui);
  • Fazer o maior número possível de exercícios.

Não se esqueça que a prova de Economia para o CACD oferece precisamente o mesmo nível de dificuldade que as demais provas de Economia para outros concursos, portanto não há aquela restrição de só poder utilizar questões de CACDs anteriores.

Faça exercícios de vários concursos, contanto que todos tenham sido elaborados pelo CESPE.

Esse livro de exercícios é um dos mais acessíveis de toda a bibliografia do CACD, não há desculpa para não adquiri-lo: Economia Brasileira – Da Primeira República ao Plano Real (Amazon)


Economia – Questões Comentadas do CESPE/UnB

Autor: Marlos Vargas Ferreira

questões comentadas de economia para o CACD

Economia – Questões Comentadas do Cespe/UnB

Mais um livro de questões comentadas.

Enquanto o livro anterior aborda questões sobre Economia Brasileira, este aqui contém questões sobre Macro e Microeconomia. É importante que você preste atenção a isso, porque esses tópicos são completamente independentes. Você precisa utilizar os dois livros de exercícios para ter a certeza de que cobrirá todos os itens do edital.

É verdade que esse livro é bem menos divertido porque discute conceitos de teoria econômica e contém uma série de exercícios com gráficos (não se preocupe, são bem simples).

Os assuntos abordados nesse livro são incontornáveis e devem ser estudados o quanto antes, uma vez que as nuances entre conceitos podem e vão confundir aqueles menos afeitos a essa disciplina.

Os comentários das questões são bastantes extensos e certamente irão ajudar os que têm dificuldades com a matéria.

Talvez você não encontre esse livro nas lojas. Quando verifiquei, o último exemplar já havia sido vendido. Você pode conferir a disponibilidade neste link:  Economia – Questões Comentadas do Cespe/UnB (Amazon)


Conclusão:

A prova de Economia não pode ser considerada propriamente difícil, mas é necessário que o candidato tenha familiaridade com os conceitos de micro e macroeconomia além de conhecer com certa profundidade os meandros da história econômica brasileira.

É compreensível que candidatos que nunca estudaram Economia tenham certa dificuldade para conseguir responder às questões com a mesma segurança que têm em matérias como Política Internacional e História, por isso é importantíssimo que você comece a estudar o quanto antes.

notas economia para o CACD

A construção das pilastras basilares do conhecimento em Economia é demorada. Não deixe para estudar essa matéria depois que o edital for divulgado, pois não haverá tempo o suficiente.

 

Aqueles que optarem por dedicar-se aos estudos com meses de antecedência certamente não terão grandes dificuldades e obterão altíssimas notas na prova de Economia do CACD.

 

Caso você tenha alguma pergunta ou sugestão, deixe um comentário logo abaixo, responderei o mais cedo possível.

 

Bons estudos!

 

12 respostas
  1. Gabriela Rodrigues
    Gabriela Rodrigues says:

    Bom dia! O livro “Economia CESPE/UnB – 515 assertivas comentadas de Macroeconomia, Economia Brasileira e Microeconomia”, do mesmo autor, pode ser usado em substituição ao livro indicado acima, “Economia – Questões Comentadas do CESPE/UnB”, de Marlos Vargas Ferreira? Obrigada.

    Responder
    • Bruno
      Bruno says:

      Oi, Gabriela!

      Se o autor é o mesmo e a banca também é a mesma, não há nenhum problema em comprar um livro com título diferente. A regra para livros de questões comentadas é simples: sempre dê preferência à versão mais recente.

      Bons estudos e boa prova,

      Bruno

      Responder
  2. Raphael Brandão
    Raphael Brandão says:

    Olá prezado. Gostaria de saber se você assistiu esse curso com o Eliezer Lopes. Achei a plataforma um pouco estranha e resolvi indagar ao colega pra saber se teve êxito no curso.

    E quanto ao professor, ele pode substituir o Daniel Sousa que infelizmente não está dando curso regular?

    Responder
    • Bruno
      Bruno says:

      Raphael,

      sim! Assisti a aulas de correção de exercícios com o professor Eliezer quando ele lecionava no Curso Sapientia.

      Em relação à plataforma do site pessoal do professor, embora ela tenha um aspecto pouco profissional, funciona normalmente. Apesar disso, preciso fazer uma observação muito importante. A qualidade do vídeo e, principalmente do áudio, está aquém do que eu gostaria. Por esse motivo recomendo enfaticamente que você assista a uma aula de teste antes de comprar o curso.

      Sobre a comparação entre os dois professores, ambos têm suas vantagens. O Daniel Sousa é melhor para cursos regulares porque as aulas dele são divertidas, algo que ajuda bastante em cursos de longa duração. O Eliezer é mais pragmático, por isso o curso de exercícios dele é o melhor do mercado.

      Em um mundo ideal, você contrataria os dois. No mundo real, resta saber se você consegue ignorar vídeos e áudios com qualidade inferior. Caso isso não seja obstáculo para você, as aulas do Eliezer valem muito a pena.

      Se você tiver mais perguntas, estou aqui para respondê-las.

      Bons estudos!

      Responder
      • Raphael Brandão
        Raphael Brandão says:

        Muito obrigado Bruno!

        Darei uma olhada na qualidade do vídeo. Infelizmente não estou encontrando cursos regulares com o Daniel Sousa, somente exercícios.

        Grande abraço pra ti.

        Responder
  3. Kaio
    Kaio says:

    Oi Bruno, boa noite.
    Como o professor Daniel Sousa está no Curso Clio, será que eu conseguiria contrata-lo individualmente? Pois ficaria muito caro assinar o curso regular do Clio para de fato usar apenas 3 professores ( JD, Bystronski e Daniel Sousa). O que acha?
    O que acha do curso do professor Eliezer Lopes para quem está começando agora?
    Obrigado.

    Responder
    • Bruno
      Bruno says:

      Kaio,

      há alguns dias, um usuário do Atualidades Concursos me disse que o Curso Clio não está mais vendendo aulas do Curso Regular separadamente. É uma pena porque o Daniel Sousa é uma daquelas pessoas que verdadeiramente têm o dom de ensinar. Apesar disso, não recomendo que você pague por um curso inteiro somente para assistir às aulas de 3 professores.

      O professor Eliezer Lopes também é muito bom. Em relação à resolução de exercícios, as aulas dele são ainda mais úteis que aquelas do Daniel Sousa.

      Você só precisa levar uma coisa em consideração, as aulas que o professor Eliezer oferta no site dele não têm aquela qualidade de áudio e de vídeo que os demais cursos preparatórios proporcionam. Recomendo enfaticamente que você assista a pelo menos uma aula de teste, direto no site do professor, antes de comprar o curso.

      Em relação à qualidade do ensino, o Eliezer tem completo domínio de todos os tópicos do edital. Ele é mais metódico e mais sério que o Daniel Souza, mas está perfeitamente apto a transmitir o conteúdo que você precisa.

      Bons estudos!

      Responder
  4. Yury
    Yury says:

    Olá Bruno, boa tarde, por gentileza, gostaria de saber sua opinião acerca da Coleção Diplomata da Editora Saraiva, você recomendaria ela para estudos do CACD pelo menos para o TPS, ou como complemento para ter ao menos uma noção básica sobre cada disciplina ?

    Responder
  5. Guilherme Orabona
    Guilherme Orabona says:

    Bom dia, Bruno! Feliz Natal!..rs

    Entendo que bons professores são essenciais mas que também é preciso uma base até mesmo intermediária/avançada para aproveitar bem as aulas. Já tenho uma boa base de línguas, uma certa idade também, então penso em focar na leitura sugerida em 2019 (5 a 6 meses a 2 min/pag) e contratar professores a partir daí. Economia é, obviamente, mais difícil mesmo para autodidatas. A minha pergunta é sobre a questão da terceira fase de 2018 que falava sobre GVCs. Confesso que já busquei vários artigos e reports da WTO e OECD mas ainda assim é difícil responder essa questão de forma satisfatória (economês pesado). Você tem algum texto/link sobre GVCs que seja objetivo para compartilhar? Além disso, sabe de algum dicionário de economês online?
    Obrigado!!

    Responder
  6. Andre
    Andre says:

    Olá Bruno. Gostaria de saber o que você acha sobre o Manual de Economia do Paul Krugman. Ele serve para a prova de economia?

    Responder
    • Bruno
      Bruno says:

      Andre,

      não tenho muita familiaridade com o manual, mas conheço muitas pessoas que o utilizam e recomendam.

      Bons estudos!

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *